Os livros que li durante a gravidez (Parte 1)

Quando fiquei sabendo que estava grávida, como toda boa brasileira da geração Y e mãe de primeira viagem, resolvi engolir todas as informações que eu encontrava pela frente. Tinha que aprender tudo e o mais rápido possível. Baixei vááários aplicativos para celular, assinei o feed de diversos blogs e contas de instagram, me inscrevi em grupos (bizarros, por sinal) no Facebook e saí pesquisando quais seriam os livros que eu iria ler. Depois de conversar com algumas amigas, mães recentes com idade parecida com a minha, finalmente escolhi os livros que estariam na minha cabeceira nos próximos 9 meses.

Vou quebrar esse post em algumas partes pra que a leitura não fique muito extensa e maçante.

 

gravidez-dia-a-dia-0000000000000387

A Gravidez Dia a Dia
Dra Maggie Blott, Ed. Senac São Paulo

Esse livro foi meu companheiro do princípio ao fim da gestação. Nele você encontra informações sobre tudo o que acontece com o seu corpo e com o desenvolvimento do bebê dia a dia. O livro é estruturado em etapas: primeiro trimestre, segundo trimestre, terceiro trimestre, parto e nascimento, a vida com seu novo bebê e preocupações e complicações. Tem imagens incríveis, dicas de alimentação, exercícios, amamentação, parto, dicas para mães solteiras e também para pais que gostam de acompanhar de perto tudo o que está acontecendo. Super recomendo pra quem está grávida e quer ficar por dentro de tudo que acontece durante o período de gestação. Valor aproximado: R$125,00.

 

MACETES Segredos de uma Encantadora de Bebês[3]

Os Segredos de uma Encantadora de Bebês
Tracy Hogg e Melinda Blau

Esse livro foi altamente recomendado pelas minhas amigas e também pela minha G.O., então foi logo o primeiro que li.  É como se fosse um manual de instruções para os primeiros meses do bebês. Ele responde todas as suas perguntas e funciona como um guia. A autora propõe adotar uma rotina, chamada de EASY (Eat – comer; Activity – atividade; Sleep – dormir; You – você) onde você alimenta a criança, mantém ela acordada e brincando um pouco, coloca pra dormir, e enquanto ela dorme, você cuida de você. É possível encontrar vários relatos de mães pela internet contando como foi a experiência de implementar esse método com seus bebês. A grande maioria que li, elogiava bastante. Eu adorei (mas volto à postar depois pra contar se as dicas da autora deram certo na hora de colocar em prática, rs)! Valor aproximado: R$70,00.

 

crianças-francesas-nao-fazem-manha

Crianças Francesas Não Fazem Manha
Pamela Druckerman, Ed Fontanar

O livro é a narrativa de uma repórter americana que mora em Paris e percebe que as crianças francesas ao seu redor parecem bem mais educadas que sua filha. Ela resolve entender como as mães francesas criam seus filhos e contar todos os segredos. Eu gostei muito da leitura. É divertida, rápida e acabei conseguindo captar diversas dicas que vou levar comigo nessa jornada de ser mãe. Percebi também que o jeito brasileiro de educar está mais próximo do americano do que do francês. Porque segundo a autora, nos Estados Unidos, os pais acabam modificando suas vidas com a chegada do bebê, ao invés de fazer o bebê se adaptar à vida da família. Além disso, muito do que as mulheres francesas têm como cultura/hábito na educação de seus filhos está listado como recomendação no livro da Tracy Hogg e raramente vejo os pais brasileiros que conheço seguirem esses conselhos. Super vale a leitura. Valor aproximado: R$30,00.

 

E você, tem algum outro livro que leu, amou e recomenda super para as amigas!? Compartilha com a gente!!

Anúncios